28/11/2009

Professores de SP aprovam greve

Professores da rede estadual de SP podem entrar em greve no início de 2010. Eles pedem aumento salarial de 33,5% (6% para repor a inflação e 27,5% por perdas históricas).

A decisão foi tomada ontem em assembleia em frente à Secretaria Estadual de Educação, na capital.

Eles aprovaram indicativo de greve para o começo do ano letivo, se o governo não atender às demandas. No dia 1º, haverá reunião de negociação com o secretário Paulo Renato Souza.

Eles decidiram boicotar a prova que determina quais professores receberão aumento salarial por mérito, no ano que vem.