18/11/14

Nova regra pode deixar todas as creches de SP abertas em janeiro.


Nova regra pode deixar todas as creches de SP abertas em janeiro

PAULOSALDANA
17 Novembro 2014 | 20:58

COM FELIPE RESK
Todas as 1,6 mil creches municipais de São Paulo poderão abrir nas férias de janeiro de 2015 caso haja demanda por parte dos pais. As famílias que precisarem de atendimento no recesso deverão se cadastrar na escolas. Caso a procura seja pequena, caberá à diretoria regional organizar o atendimento em polos. Neste ano, o município havia criado um esquema de polos de atendimento, sem a possibilidade de abertura de todas as unidades.
A abertura das creches durante o mês de janeiro é polêmica na rede, uma vez que há a necessidade de trabalho dos servidores durante o período. O Sinpeem, principal sindicato da categoria, divulgou nota em que se posiciona contrário à medida. Para a entidade, o atendimento deveria ser articulado com outras pastas. “Nos períodos anteriores em que a SME organizou e ofereceu unidades polos, houve baixo comparecimento, mesmo dentre os inscritos”, diz a nota. O sindicato também defende a importância das férias escolares para as crianças.
Lei municipal de 2012 prevê o atendimento ininterrupto das creches nas férias – em pólos indicados anualmente pela secretaria. “É um esforço enorme de compatibilização dos direitos dos trabalhadores da educação com o direito sobretudo das mães trabalhadoras que dependem de uma assistência por parte do município para continuarem seu trabalho”, afirmou o prefeito Fernando Haddad (PT) nesta segunda-feira, dia 17.
Muitas famílias não têm com quem deixar seus filhos. Mais de mil creches foram definidas como polos no meio do ano para atender 95 mil crianças que foram inscritas. Entretanto, só 45 mil apareceram. “Isso não pode acontecer”, disse o secretário Cesar Callegari.
A Secretaria de Educação espera que, com o novo esquema, famílias que não precisem do atendimento não se cadastrem para as férias. Para garantir a abertura das unidades, as escolas registram os professores que têm interesse de atuar em janeiro. Caso não complete o quadro necessário, os diretores devem convocar. Os profissionais que trabalharem no período tirarão férias em outros meses do calendário escolar. A regra para 2015 envolve creches de administração direta e também a rede conveniada.
Mais informações sobre o assunto:

Fonte - Estadão